Proposta Inconveniente - Patricia Cabot

Oi vocês,

Primeira resenha do 12 Meses Literários e estou ficando muito feliz em ver o projeto seguindo em frente! Se você não está participando ainda, ainda dá tempo. É só entrar no nosso grupo e seguir os próximos temas. O primeiro tema era "Um Livro do Seu Gênero Favorito" e eu escolhi Romance de Época.


Título Original: An Improper Proposal
Autora: Patricia Cabot
Páginas: 350
Editora: Record
Sinopse: Apaixonada pelo capitão Connor Drake, Payton sonha em ser capitã de seu próprio navio. Ela cresceu desejando essa profissão exclusivamente masculina, mas agora deve abdicar disso tudo para conseguir um bom marido. O problema é que Connor só percebe seus sentimentos por Payton na véspera de seu casamento com outra. Quando o barco dos noivos parte rumo às Bahamas, ele é atacado e resta a Payton se infiltrar num navio pirata para salvar a vida do seu amado. A coragem une os dois, e o resgate pode gerar mais frutos do que ela imaginou.






Proposta Inconveniente é um romance de época escrito por Meg Cabot, sob o pseudônimo de Patrícia Cabot, e traz a história de Payton Dixon, única menina entre quatro irmãos, Pay sempre teve dificuldades em seguir algumas tradições. 
Filha de Henry Dixon, ela poderia ser facilmente confundida com qualquer um dos herdeiros da grande companhia de navegação Dixon e Filhos. Ela nunca superou o fato de seus familiares negarem a atualização do nome da empresa para Dixon e Filhos e Filha, afinal, ela era uma comandante melhor até que seus irmãos.



Prestes a completar 19 anos, Pay é obrigada a largar as calças e se portar como as damas da época para conseguir um bom marido. Ela nunca quis um marido, seu maior sonho é poder comandar o Constant, melhor navio da frota, mas no século XIX nem em sonhos uma mulher poderia fazer isso.

“- Soube que você possui umas opiniões um pouco excêntricas.
- Se a senhora se refere ao fato de eu acreditar que não existe trabalho que não possa ser feito por uma mulher tão bem ou melhor do que por um homem, então sim, creio que tenho.”

Connor Drake é um amigo de longa data e observou o crescimento de todos os Dixons e nunca percebeu que a única moça da família era apaixonada por ele, também pudera, Pay sempre esteve de calça comprida e arrumando brigas. Somente um dia antes do seu casamento, quando a jovem é obrigada usar vestido e espartilho, ele percebe que sente algo a mais pela dama. 
Ninguém entende o motivo do casamento tão repentino, o que faz com que Payton sofra mais do que devia. E por isso, ela começa a investigar a vida da noiva e isso traz diversas consequências não muito boa para os envolvidos.



Me descobri uma apaixonada por romance de época depois de um longo período me negando a isso, e como sabem, eu sou muito fã da autora. Como citei, criei o Desafio 12 Meses Literários e escolhi esse livro para cumprir minha meta. 
O que eu gosto no gênero é que mesmo com enredos padrões, as autoras conseguem te conquistar, o problema que Proposta Inconveniente é uma obra totalmente diferente do que eu imaginei e isso me atrapalhou um pouco. Fiquei quatro dias com o livro – o que é uma novidade, sendo que eu leio as obras da Meg em um ou dois dias no máximo – e senti que alguns momentos, houveram detalhes bem desnecessários. Eu não curto livros descritivos, e a narrativa em terceira pessoa apresentando os sentimentos dos personagens acabou me atrapalhando um pouco. Porém, em alguns momentos fluía muito bem.



Na realidade, eu não me senti lendo um romance de época, porque pouco fora tratado sobre os costumes do período. Apenas a linguagem trazia essa nuance para a leitura. 
Entenda, o livro não é ruim, pelo contrário, para os fãs do gênero, é uma leitura válida, afinal, foge dos padrões que encontramos nos livros de hoje. Foi uma experiência diferente e agradável, mas eu ainda prefiro a Meg escrevendo ChickLit.
A versão do livro é de 1999, então há alguns erros da nova ortografia e até mesmo troca de “mas e mais”, mas espero que o erro já tenha sido corrigido. 



Os personagens são bem trabalhados e engraçados foi possível dar boas risadas durante a leitura. Um ponto interessante é que enquanto nos romances de época que li as autoras tratam machismo de uma maneira sutil, Payton fala muito sobre o assunto de maneira aberta, é uma personagem bem corajosa e não fica esperando dos outros para tomar uma atitude. 
Meg sabe conquistar os públicos saindo da mesmice e isso me agrada muito. Mesmo não sendo meu livro favorito, darei chance para um outro romance de época dela aqui, para ver se mudo minha opinião.

“A renúncia nunca levou ninguém a lugar nenhum. E certamente não a levará a conseguir o homem que ama.”
Esse post pertence ao:










Compre o livro:
Beijinhos,

30 comentários

  1. Araaa mais uma convertida pelo romance de época. ADOROOO.
    Eu ainda não li e não tenho esse livro, só tenho dois da Patricia, um já lido outro ainda por ler, mas espero logo conseguir. Adorei sua resenha, e a primeira que leio desse livro e gostei bastante.
    Suas fotos estão lindas tambem, parabnes minha amiga e bem vinda ao lado lindo da força. haha

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Nossa pena que essa edição deixou passar tantos erros, isso me incomoda bastante nos livros de editoras..
    Não sei se a leitura me conquistaria, até porque o gênero não me atrai muito.
    Mas nunca se sabe né?

    ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
  3. Ola Ani lindona que capa linda, eu ainda não li nada da autora com esse pseudônimo, amo romances de época,uma pena ela não descrever mais sobre a época, confesso que a escrita muito detalhista cansa um pouco,mas mesmo assim vou conhecer esse série.

    beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  4. Oi Ana!
    Estou adoooooro Meg Cabot, no entanto não sou fã de romance de época. Masss, super adorei a resenha e o enredo do livro, justamente por ter uma protagonista que foge do padrão.
    Vou anotar!
    Bj

    ResponderExcluir
  5. Eu comecei lendo Meg pelos romances históricos e me apaixonei. Ela tem um jeito todo especial de desenvolver a trama. Entendo as suas críticas porque passei com o mesmo problema em outro livro, quando a história não andava de forma alguma. De qualquer forma, sempre acrescenta alguma coisa à nossa vida, né? Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Olá!

    Como você bem sabe, não sou fã de romances de época, mas achei super válido seu ponto de vista sobre como ela é ao escrever chick-lits e históricos. O legal disso é ver como ela se desafia, publicando de tudo um pouco! Quantos aos erros, infelizmente é um pouco comum nos livros da Record.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem?
    Ah, os romances de época... como eu adoro!
    Eu nunca li nada da Meg (nem com Patrícia), acredita? Apesar de ter vários livros da autora na estante, ainda não consegui encaixar nas minhas leituras.
    Já gostei do fato de a mocinha ser diferente, afinal, não é todo dia que uma mulher (principalmente em livros do gênero) é uma comandante melhor que os homens da família.
    Eu normalmante gosto de clichês, mas sempre acabo ficando irritada com algumas coisas: como o fato de o mocinho só "notar" a protagonista quando a vê vestida como uma verdadeira dama. ¬¬
    Ao contrário de vocês, gosto bastante de livros descritivos, mas confesso que nunca li um livro desse gênero que dosse assim. Acho que não faz muito sentido, né?!
    É provável que eu goste mais dessa leitura do que vocês, já que eu não conheço a escrita da autora e não poderei compará-la com a de outro gênero.

    Adorei a resenha e com certeza fiquei com vontade de ler esse livro.

    Beijos,
    Amanda
    http://www.confissoesfemininas.com/

    ResponderExcluir
  9. Olá
    Romances de época não são muito para mim, não ligo para a história ter clichês coisa e tal, mas existe os que eu gosto e os que não e o clichê do esse se amarem e só coneçarem a fazer algo a respeito quando um vai se casar é um dos que me irrita.
    Mas tenho muita vontade de conhcer os chick-lit da autora, por ser livros mais leves e divertidos acho que posso gostar

    ResponderExcluir
  10. Hello!
    Amo os livros da Meg, mesmo ela sendo Patricia algumas vezes hehe.
    Eu tenho esse livro, mas ainda nao tive a chance de ler, nao sabia que tratava poucos os costumes da epoca, acho que vou sentir falta disso.
    Eu tb gosto mais da Meg dos Chick lits, mas ainda quero conhecer os romances de epoca dela.
    A capa é perfeita ne?
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  11. Olá linda,

    Gosto demais de romances de época e tenho uma coleção imensa de livros de gêneros e meu predileto é Orgulho e Preconceito da Jane.
    Estou participando do desafio e escolhi Fantasia, porque é o gênero que mais gosto depois de romances de época.

    Gostei do enredo desse livro e como nunca li nada da Meg e seria ótimo começar por esse livro.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Olá,
    Ainda não li nada da autora, mas gosto bastante de livros do gênero e fiquei intrigada para conhecer um pouco mais sobre essa protagonista que foge do padrão das moças da época querendo ser comandante do maior navio!
    O enredo parece ser envolvente e estou curiosa também para saber sobre esses segredos todos.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  13. Menina!
    Adoro esses romances de época. Principalmente quando tem uma linda topetuda que quer quebrar barreiras, no caso a Pay. Estou curiosa para saber como vai acabar essa história. Quero mesmo ver se ela vai conseguir comandar aquele navio e conquistar o amor de Connor!
    Abraços,
    Drica.

    ResponderExcluir
  14. Oi, Ani!
    Sou toda romântica, mas ainda não fiz a leitura de muitos romances de época, apenas um, na verdade, que já era de uma autora que eu conhecia por livros mais contemporâneos, mas livros como os da Patricia Cabot não costumam entrar na minha pilha de leitura. Interessante isso de, mesmo se passando em um período tão distante, a autora tenha conseguido fazer algo visivelmente mais sutil com relação à caracterização da época, ainda mais pela abordagem sobre o machismo pela própria protagonista, bem inusitado isso mesmo. Ainda assim, não é uma premissa que me chame muito a atenção realmente, mas bom saber que, apesar de suas ressalvas, é uma boa leitura. Espero que goste ainda mais dos seguintes que ler dela nesse pseudônimo.
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional.blogspot.com.br/ ♥

    ResponderExcluir
  15. Oi, Ana
    Já li um romance de época da Meg e gostei muito. Esse ainda não tive oportunidade de ler, mas adorei saber que foge da mesmice. É bom ver que o machismo foi melhor trabalhado nesse romance, afinal, em todas as época ele sempre esteve presente, né?

    ResponderExcluir
  16. OOi!
    Também entrei para os amantes de romances de época recentemente! ahah
    Antes odiava agora amoooo.
    Nunca li nada da autora, mas morro de vontade. Ameei a premissa do livro, principalmente por conta da protagonista que parece ser feminisma. AMOOO! Só achei um pouco chato ele só perceber algo nela depois dela vestir o vestido... Ainda assim, dica anotadíssima!
    Beijoos!

    ResponderExcluir
  17. Oi, Ani, tudo bem?

    Eu sou uma fã de romances de época, o gênero chegou de mansinho e dominou não somente o meu coração, mas a minha estante também. A primeira vez que conheci a escrita da Meg, foi justamente como Patrícia, então, não tenho como opinar sobre a diferença. Dela, li dois romances de época, um me cativou bastante, que foi "Aprendendo a Seduzir", e o outro, "Pode beijar a noiva", eu não gostei muito.

    A premissa desse livro em questão, me cativou muito, e estou super curiosa para conhecer um pouco mais sobre Payton, eu amo mocinhas a frente de seu tempo, e ainda não li nenhum com essa temática de capitão e navio, e já fiquei curiosa. Eu gosto de narrativa em terceira pessoa, gosto de saber o que se passa em volta. Como tive duas experiências diferentes com a Patrícia, não sei o que pensar, mas já adicionei esse livro na minha lista de desejados no skoob, espero em breve poder conhecer Payton e Connor. Amei a dica, e claro, sua linda resenha! ;)

    Beijos,
    Dai, Virando a Página

    ResponderExcluir
  18. Oie!
    Eu já li o livro, e adorei a história.
    Muito fofinha e divertida, tanto que eu nmão conseguia parar a leitura por nada. Eu gosto muito das histórias da Patricia Cabot.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  19. Oi Ana!

    Ainda não sou apaixonada pelo romances de época, mas tenho encontrado livro com histórias apaixonantes que estou gostado bastante, além de ter momentos divertidos. Eu já tinha visto a capa deste livro no skoob, mas não tinha dado tanta atenção para ele. Gostei da sua opinião na resenha e vou adicionar na lista de desejados para ler.

    Bjos

    ResponderExcluir
  20. Olá! Não sabia que ela tinha escrito um livro desse gênero. Fiquei curiosa em conhecer, achei interessante ela só usar calças, é a primeira vez que vejo uma personagem assim. Mesmo com suas ressalvas, fiquei interessada em ler, beijos!

    Entre Livros e Pergaminhos

    ResponderExcluir
  21. Não gosto do gênero, mas adorei a resenha. Quero ler o livro!

    ResponderExcluir
  22. Olá, tudo bem? Também sou fã de romance de época, e já vi que muitos não falam bem da série. Meg conseguiu escrever bem seus livros, mas naquela primeira leva com Aprendendo Seduzir, A Rosa do Inverno, mas esses que foram lançados pela Record, tem muitos problemas. Não sei se algum dia irei ler por causa disso, apesar de adorar a escrita da autora. Ótima resenha e obrigada por ser sincera.
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. Oie!!
    Já me senti conquistada pela trama! É difícil ver um romance histórico trazendo essa pegada de aventura, ainda mais sendo algo nos mares acho que deixa tudo ainda mais atrativo e diferente. Mas entendo que talvez por conta disso, deve ter sido bem diferente de outros romances de época que estamos acostumados a ler.
    Preciso desse livro!

    ResponderExcluir
  24. Hi baby, tudo bem? sou apaixonada por romances de época, mesmo tendo lindo poucos e acredita que até hoje não li nada da autora? mas quero muito! que bom que você gostou do livro, já vou add a minha lista de futuras leituras

    Lilian Valentim
    http://speakcinema.blogspot.com.br/
    beijinhos

    ResponderExcluir
  25. Olá, sou um apaixonado por romances de época, uma pena a autora não ter se aprofundado mais nas explicações sobre o tempo que o livro se passa. Gostei do enredo mesmo assim, muito bem construído, fora que sou fã da autora. Espero ler ele em breve.

    ResponderExcluir
  26. Eu li um livro da Meg com o nome dela e um livro com o de Patricia... Curti os dois e fiquei com vontade de ler mais dos dois estilos.
    Acho que o que me faz curtir os livros de época é o que você disse, que mesmo seguindo um padrão - onde de certo modo muitos elementos se repetem, a foram como eles são colocados na história é bem interessante - e eu adorei o jeito da Meg escrever os livros de época, que trás o clima todo do estilo sem ter detalhes demais do período, algo que para mim, como começando nesse tema é muito mais legal de se ler.
    Fiquei curiosa com esse livro, ainda mais com uma capa linda assim *-*
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  27. OI
    Adoro romances de época, gostei muito de conhecer esse e saber que ele trata de assuntos bem atuais revestidos em histórico e com uma protagonista forte que deu uma vontade de conhecer mais, porém ando com tantos livros para ler e em um prazo tão curto que vou só anotar o nome em um caderninho para poder procurar mais para frente.

    Talita - Viciados em Leitura

    ResponderExcluir
  28. Olá!
    Nunca li nada da autora, acredita? Mas também sou apaixonada por Romances de Época, então essa sua dica é maravilhosa e ótima, uma boa oportunidade para eu conhecer melhor a autora.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  29. Oie!!
    Assim como você sou completamente apaixonada por esse gênero, mas fiquei em choque ao saber que a Meg escreve livros desse genero tbm... amo autora demais haha

    Sua dica está mais do que anotada!!!

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir

Oi você, que bom que chegou até aqui, não esqueça de deixar um comentário.

- Criticas, duvidas, sugestões são sempre bem vindas!

Obrigada pela visita e volte sempre ;*

Contato: contato@entrechocolatesemusicas.com