Um amor, um café & Nova York - Augusto Alvarenga

Oi vocês,

Hoje é um dia bem difícil para mim. ODEIO me decepcionar com os livros que leio e acho que isso acontece com todos. Foi mega complicado escrever essa resenha e espero que minhas palavras não te afaste da obra. Afinal, sentimento ao ler um livro é pessoal e único.

Título Original: Um Café, Um Amor & Nova York
Autor: Augusto Alvarenga
Editora: D’Plácido
Páginas: 168
Sinopse: Camila sempre teve um grande sonho: viver um grande amor, como um desses de cinema. Ela só não imaginava que teria isso e muito mais, logo que conheceu Guilherme. Na véspera do aniversário de 3 anos de namoro do casal, e do aniversário de 19 anos de Camila, Guilherme surge com uma surpresa que mudaria pra sempre o romance e a vida do casal: uma viagem de um mês para Nova York. O que ele não sabia é que esse era mais um dos grandes sonhos de Camila, que vai fazer de tudo para que essa seja a melhor viagem deles. Porém, Nova York possui brilhos demais. Poderia algum deles ofuscar o do casal?




Um amor, um café & Nova York é o primeiro livro de uma trilogia homônima do autor Augusto Alvarenga, que tive o prazer de conhecer pessoalmente. Nele, conhecemos Camila e Guilherme, um casal de jovens, ele com 23 e ela prestes a completar 19 anos. Por esse motivo e a comemoração de três anos eles vão à NY e o melhor de tudo, ficar durante um mês na cidade maravilhosa.



Mila sempre sonhou com romances de cinema e seguir sua carreira musical, mas acabou desistindo da segunda, e se contentando com o namoro com Gui que era ótimo. Durante a viagem, eles passam por diversos pontos turísticos e realizam diversos sonhos, os dois se empenharam para criar o clima perfeito. Mas como a própria sinopse diz, Nova York possui brilhos demais e um deles pode – ou não – ofuscar esse romance.

"Ele era o namorado dos sonhos e eu só agradecia por ele transformar os meus sonhos em realidade. Os meus e os de mais ninguém,"

Como citei, conheci o autor em um evento literário e ganhei a obra em um sorteio – sim, escolhi pela capa – comecei a ler imediatamente, mas precisei deixar a leitura e retomei apenas agora. Escrever essa resenha está sendo bem difícil para mim, estava com altas expectativas que infelizmente não foram supridas durante a leitura.
A obra é narrada em primeira pessoa por Camila, e como já falado, ela tem 19 anos, porém, a mentalidade dela é de 10 ou 13 anos e isso tornou a leitura um pouco chatinha. Quando eu estava na minha pré-adolescência talvez agisse da mesma forma que ela, mas ficou um pouco difícil de acreditar nas coisas que ela dizia ou como agia. O romance dela com o Gui é lindo. Lindo e inexistente. Assim, eu não sou a melhor pessoa para falar sobre relacionamentos, sou um pouco peculiar nesse quesito, meu namorado é um santo e minhas amigas estão de prova. Não gosto de grude, não gosto de fazer 1500 declarações por dia e muito menos viveria em função de um relacionamento assim. Acho que para amarmos alguém, é necessário nos amar primeiro e nos colocar em prioridade em algumas decisões.



Camila não é dessa forma, a vida dela gira em torno do Gui e inclusive só começou a fazer sentindo quando eles começaram a namorar. Isso me incomodou demais! Não que o cara abusava dela ou algo assim, não era um relacionamento abusivo, mas é o tipo de relacionamento que precisa de acompanhamento psicológico sabe?
Por causa dessas características dos personagens, os diálogos melosos do casal, passaram longe de ser crível para mim. Infelizmente, não consegui apostar nele. 
A melhor parte é quando a vida dá um chacoalhão na Camila e mesmo assim ela não parece aprender muito, continuou com algumas atitudes mimadas de quem precisa sempre ajuda para decidir algo. 
Talvez esse incomodo todo vem pelo motivo de que eu AMO um drama, amo casais separados, amo quando a distancia traz amadurecimento e eu espero de coração que isso aconteça no segundo livro, que eu já tenho aqui.
A escrita do Augusto é ótima! Já tinha gostado do conto dele em Doze por Doze e foi o mesmo com esse livro, ele escreve bem. O problema mesmo foi com a construção dos protagonistas que falhou no meu ponto de vista.
Isso foi tão pessoal que eu fui em busca de outras resenhas para ver se mais alguém não curtiu tanto a obra assim, no skoob as avaliações são ótimas então, a obra apenas não funcionou comigo. Uma pena, fiquei chateada com isso e estou torcendo que Camila cresça e perceba que a vida é muito mais que um namoro.



Sobre a parte gráfica, foi meu primeiro contato com alguma obra da D’Plácido e MEUDEUS que amor! A obra está muito bem revisada, várias ilustrações (feitas pelo Augusto) e com uma boa fonte, o único porém são as folhas brancas, mas não atrapalhou a leitura.
Antes de postar a resenha fiquei pesando se falaria ou não sobre o livro, mas precisava ser sincera com vocês que estavam esperando a leitura. Peço desculpas se por acaso ofendi alguém ou o autor, mas como eu disse, o casal não funcionou comigo, o skoob tá cheio de amor para a obra!

Beijinhos, 

20 comentários

  1. Oi, que pena que a leitura não foi tão boa assim com você. Eu li a obra e adorei, e realmente, a capa e as ilustrações feitas ficaram ótimas <3

    ResponderExcluir
  2. Oiee

    Eu também escolheria esse livro pela capa, adorei!
    Eu concordo com você no que falou dos personagens, talvez para mim também não rolaria muito bem.
    Mas como você viu excelentes críticas, acho interessante ler e tirar minhas conclusões.
    Adorei sua resenha e a sinceridade.

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Oiii Ana, tudo bem?
    Que encanto de livro, realmente me apaixonei e estou disposta a entrar nessa aventura para saber o que em Nova York tem de tão interessante. Amei a resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Puxa ;( li esse livro e gostei até, super clichê, mas achei a história bonitinha. Concordo que Camila é super infantil.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  6. Oii

    Eu também não curto muito quando os personagens não parecem pessoas reais, com defeitos e qualidades, características que constituem a personalidade de cada um.
    Não leria o título por tudo o que você disse, apesar de gostar muito do Augusto e desejar que ele amadureça um pouco sua escrita. :)

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Já vi esse livro em um blog e lembro que fiquei com vontade de ler. É uma pena mesmo mão gostar de algum livro, e esse tem uma arte tão bonita =D Mas vamos fazer o que não é? haha'
    Abraço!

    ResponderExcluir
  8. Já não curto romances, esse aí desandou bonito

    Beijos!

    EsmaltadasdaPatyDomingues

    ResponderExcluir
  9. Oi, Ani
    Para você ver como as opiniões são diferentes. Também não gosto de personagens que continuam mimadas e não amadurecem. Confesso que li poucas resenhas desse livro, mas ele parece ser interessante. Que pena que você não se conectou muito com a personagem. Gostei de ver a sinceridade.

    ResponderExcluir
  10. Oie!
    Nossa, já aconteceu isso comigo, onde muitos adoraram o livro e só eu não gostei. E ainda foi com um livro bem famosinho e da moda na época, mas eu odiei muito. Te entendo sobre isso rs
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  11. Nossa, que amor!!! Adorei as suas fotos, muito caprichadas e ficaram charmosas. Também achei as capas umas fofuras. Gostei bastante de conhecer um pouco mais sobre esse livro e fiquei bem curiosa.

    ResponderExcluir
  12. Ana, eu achei sua resenha bem legal, sabe porque? Porque foi sincera, eu gosto de resenha assim, fale bem ou mal, mas seja sincera, suas fotos como sempre lindas, e apesar de você não ter gostado eu fiquei curiosa com o livro, e quero mesmo ler, ter minha opinião.

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi, Ani! Você fez muito bem em postar sim a resenha. Mesmo quando o livro não é aquilo tudo, acho que é importante a gente falar o que achamos, sermos sinceros e você fez isso muito bem.
    Eu já conheço os livros e assim como você, o que me encantou foram as capas, e o título também. Claro que quero ler pq achei a história interessante, mas as capas são tão bonitinhas que chamam atenção.
    Como eu gosto de um bom romance, seja ele de que tipo for, eu ainda darei uma chance, mas super entendo o seu ponto dado na resenha. Fico chateada por vc, pq sim, é bem chato quando apostamos num livro e ele não é aquilo que a gente esperava. :/
    Ainda assim, repito, parabéns pela resenha!
    Bjks

    ResponderExcluir
  14. Olá!

    Ri demais com a idealização dos personagens do Guto! Você tem que ser sincera mesmo, não leria porque os gostos do casal são bem diferentes do meu, então já ia me irritar por aí. Ah, se prepara que o terceiro livro vem aí!

    ResponderExcluir
  15. Oi..
    É muito ruim quando um livro não nos agrada...
    eu tenho muita curiosidade por esses aí...
    e tem um livro novo do autor que tmb quero ler..
    bjs

    ResponderExcluir
  16. Oiie
    li faz um tempo e gostei um pouco para passar o tempo, não achei nada demais porém foi legal, que pena que não funcionou muito para você mas concordo totalmente com a parte da edição, ficou uma graça

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá,
    Acho a capa desse livro muito linda <3
    Acho que também não iria curtir o casal protagonista, não tenho paciência com casais melosos e odeio a ideia de viver por outra pessoa, apenas girando ao redor dela como se a sua vida devesse ficar sempre em segundo plano. Enfim, adorei a sua resenha. =)

    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Flor, adorei a resenha...acho super importante colocar seu ponto de vista, se você gostou ótimo, se não...sempre é bom falar o porquê, pois assim os autores tem a chance de saber o que os leitores realmente acham de suas obras, as vezes eles pensam que o livro irá agradar e por um simples erro a obra vira uma catástrofe total. Acho que você não ofendeu ninguém, eu também não curto muito livros os quais não gosto dos personagens...eu uma narrativa acho fundamental que os personagens sejam bem construídos, aqueles que você se apaixona logo de cara ou odeia por toda a vida...resumindo, eles têm que ter personalidade.

    Abraços

    ResponderExcluir
  19. Oioi! Tudo bem?
    Conheci o Augusto Alvarenga em um evento literario e achei tao novo e divertido.
    Adorei a capa do livro Um amor, um café & Nova York e a historia é interessante tb.
    Bem o tipo de romance que eu gosto e acho que vou viciar na escrita dele.
    Sou doida pra conhecer NY e acho que vou me aventurar no livro.
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  20. Oi Ani...
    Nossa, acho que é a primeira resenha que eu leio desse livro que não seja tão positiva. Eu tenho uma curiosidade grande de ler o livro, porém compartilho da mesma opinião que você sobre relacionamentos. Será que isso será um problema para mim também quando efetuar de fato a leitura?

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir

Oi você, que bom que chegou até aqui, não esqueça de deixar um comentário.

- Criticas, duvidas, sugestões são sempre bem vindas!

Obrigada pela visita e volte sempre ;*

Contato: contato@entrechocolatesemusicas.com