A Mais Pura Verdade - Dan Gemeinhart



Oi vocês,

   É de conhecimento de todos que quem se inscreveu para parceria da Novo Conceito, sendo selecionado ou não, recebeu em forma de agradecimento uma amostra de A Mais Pura Verdade para degustação e divulgação. Achei essa jogada de marketing maravilhosa e creio que deu tão certo que a editora fez o mesmo com mais uma obra que foi A Playlist de Hayden. Eu fiquei muito feliz quando recebi o exemplar completo da obra de Dan Gemeinhart e hoje trago a resenha para vocês.

A Mais Pura Verdade


Título Original: The Honest Truth
Autor: Dan Gemeinhart
Editora: Novo Conceito:
Páginas: 219
Sinopse: Skoob


Qualidade EC&M:




       A Mais Pura Verdade conta a história de Mark, uma criança normal que tem uma melhor amiga desde sempre chamada Jessie e um cachorro super companheiro chamado Beau. Ele está doente, doença essa que não tem cura, ele tem picos de estar bem ou ter de voltar o tratamento. Com isso, ele resolve fugir de casa com Beau atrás de um sonho, escalar o Monte Rainer.



      Mark é uma criança muito esperta, ele conseguiu despistar todos de sua família, a única pessoa que imagina seu paradeiro é sua amiga Jess, eles têm uma maneira única de se comunicar. Com haicai, Mark deixa um deixa um aviso para sua amiga e enquanto a família se desespera em busca de respostas, Jessie fica dividida se deve quebrar a confiança do amigo e contar para os pais dele onde ele possivelmente ele estar ou guardar esse segredo.

"Essa é uma coisa que eu não entendo: por que as pessoas gostam de levar consigo uma coisa as faz lembrar de que suas vidas estão indo embora."


      O livro é dividido por capítulos, um narrado em primeira pessoa por Mark e o outro narrado em terceira pessoa mostrando como a família e a melhor amiga estão e o que estão sentido. Achei isso muito legal – até comentei em vários blogs isso – pois dá uma visão melhor sobre tudo o que está acontecendo.

"O mundo todo escuro. Mas juntos construímos luz;Compartilhada, ela vira calor."


      Na capa do livro tem a seguinte frase: “Uma história comovente, que vai fazer você querer abraçar bem forte o protagonista”. Olha, eu não sei vocês, mas eu não quis abraçar o Mark, eu quis abraçar o Beau. Ele foi extremamente fiel e amigo, durante toda a aventura ele estava lá do lado de Mark e o salvou inúmeras vezes. Ainda afirmo que achei Mark um tanto quanto egoísta, me coloquei no lugar dele e deve ser horrível fazer todos que você ama sofrer por ter algo que não depende apenas de ti. Algumas vezes me lembrei da Hazel – ACEDE – não é justo, mas nem por isso você tem que largar tudo e todos para “tentar morrer” sozinho, se o objetivo dele era não fazer os parentes e amigos sofrerem, eu acredito que o resultado foi inverso. Eu me coloquei no lugar da mãe, fiquei imaginando a angustia de saber que o filho não está bem e ainda assim fugiu de casa. Enfim, achei a atitude egoísta, mas um pouco compreensível para alguém que está passando pelo o que ele passou.



     A escrita do autor é extremamente envolvente, rápida, simples. As fontes são grandes e o espaçamento muito agradável, o que facilitou ainda mais a leitura. A diagramação está linda em geral. A capa é muito bonita e tem relação com uma cena que me fez perder o ar por uns instantes, a única coisa que me chateou é que uma das páginas veio rasgada, mas não atrapalhou a leitura.

" - Todo mundo deveria ter um cão - ele disse, pensativo, com a mão ainda fazendo carinho em Beau. - Os cães nos ensinam a amar e ser carinhosos. Eles nos fazem lembrar das coisas que realente importam."


      Pelo que li em entrevista, o autor quis homenagear um amigo que sofria da doença, querido Dan Gemeinhart, parabéns, seu amigo foi muito bem homenageado e aposto que onde estiver vai estar com orgulho dessa história.



     Em suma, A Mais Pura Verdade é um sick-lit que não me fez chorar, mas me deixou muito arrepiada e angustiada, mesmo achando certas atitudes de Mark egoístas e injustas, eu torci... Torci para que ele realizasse seu sonho e se tornasse o herói que o avô sempre sonhou, torci para Beau não se perder no caminho e para que ele apoiasse o amigo e cuidasse dele de um jeito que só os cães sabem fazer. A leitura esta super indicada é ágil, simples e muito envolvente.

"O Mundo inteiro é uma tempestade, eu acho, e todos nós nos perdemos em algum momento. Vamos atrás de montanhas no meio das nuvens para que tudo pareça valer a pena, como se isso tivesse algum significado. E, às vezes, nós as encontramos E seguimos em frente."


Beijinhos,


49 comentários

  1. to vendo mt gente falar bem desse livro e já to super curiosa com certeza!

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  2. Oi Ani, tudo bem?

    Eu também recebi as primeiras impressões de A mais pura verdade é gostei muito, Beau é mesmo um amor,né? Nos poucos capítulos que li só queria que Mark ou chegasse no seu destino ou que alguém o encontrasse. Dan Gemeinhart tem uma escrita que eu gostei e espero que quando terminar de ler o restante eu me emocione e aprecie tudo. Parabéns pela resenha.

    Beijos,
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  3. O livro que consegue mexer com nossas emoções não tem como ser ruim. Leitura envolvente, rápida e simples é essencial! Tenha um dia abençoado, beijos.

    Blog Paisagem de Janela
    paisagemdejanela.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá!

    Finalmente vou começar a ler essa obra!!! Sim, também torço para Mike realize seu grande sonho... Esse livro é muito lindo mesmo, sem comparações com ACEDE.

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oláa! Esse livro parece ser muito fofo :c tenho vontade de lê-lo, parece ser tudo de bom omg. Isso me faz lembrar que tô por fora UKHFDSUKHFUKSDHFU adorei a resenha


    Beijos,
    www.carolespilotro.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Ani! Nossa, a cada resenha que eu leio desse livro me dá mais vontade de ler logo kkkkk Mas, estou com outras leituras na frente (fazer meu TCC ano passado atrasou toda a lista de leitura, #help! hahaha). Adorei as citações que você compartilhou *-* Ótima resenha, bjoos

    Brenda S. | Sonhos em Tinta

    ResponderExcluir
  7. Olá, Ani.
    Vi outras resenhas desse livro em blogs e me interessei muito pela história.
    Está na lista de desenhos porque eu realmente quero lê-lo.
    A atitude do protagonista, apesar de um pouco egoísta, é compreensível.
    Abraços.
    Diego,
    http://diegomorais18.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Se o personagem principal é egoísta ou não eu não sei, mas que esse livro fez bastante sucesso, isso ele fez! haha
    Li muitas resenhas dele e as pessoas sempre tem um elogio pra compartilhar...
    Não sei se eu leria nesse momento, mas a estória parece legal, do tipo que me agradaria sim.

    Beijo,
    O Outro Lado da Raposa

    ResponderExcluir
  9. Oie Ani! *-*
    Você colocou o meu Quote favorito desse livro: "O Mundo inteiro é uma tempestade, eu acho, e todos nós nos perdemos em algum momento. Vamos atrás de montanhas no meio das nuvens para que tudo pareça valer a pena, como se isso tivesse algum significado. E, às vezes, nós as encontramos E seguimos em frente." <3
    Eu gostei muito de A Mais Pura Verdade e concordo com Você sobre a atitude do Mark, mas acredito que ele precisava realizar esse sonho: Acreditar que ele era capaz!
    Foi um livro que me fez pensar muito em relação a vida e as nossas atitudes.

    Beijooos e até logo! ;)
    https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  10. aaah que liindo, fiquei com vontade de ler, apesar que tenho o coração tão mole que acho que vou chorar eternamente lendo livros desse tipo xD
    Entrou para minha lista de desejados, com certeza! <3

    Beijos!
    http://www.amigadaleitora.com/

    ResponderExcluir
  11. Oiiêê, nossa adorie sua resenha, fiquei bastante curioso quando os blogs fizeram aquelas Primeiras Impressões, e depois dessa resenha fiquei mais curioso ainda, adorei a diagramação dele
    Bjks

    Passa Lá No Meu Blog: http://ospapa-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá,

    Vejo uma quantidade enorme de pessoas falando bem deste livro, tais quais, são a maior parte. Eu não gostei tanto assim da história, mas assim como tu, também me senti angustiada... torci pelo Beau e pelo Mark. Me coloquei no lugar da família dele, e confesso que também achei a atitude egoísta. Não teve como não achar isso. Enfim... adorei a resenha! É uma pena que tenha vindo uma página rasgada, mas já que não atrapalhou em nada sua leitura...
    Beijos,
    http://www.entreleitores.com/

    ResponderExcluir
  13. Oi, Ana! Tudo bem? Ahhh esse livro: <3<3<3 Adorei a história do Mark e assim como você quis abraçar o Beau, esse cãozinho fofo e maravilhoso! Essa é uma história bem marcante e emocionante, vale muito a pena conferi-la e conhecer a história desses personagens maravilhosos! Adorei a resenha! :)

    PS: Me passa o link dessa entrevista com o Dan que você leu? *-*

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi, Ana! Confesso que esse livro também me lembrou ACEDE, e consequentemente, a Hazel. Eu adoraria lê-lo, mas acho que essa não é a hora certa pra isso... Ah, e essa capa é um amor, né?

    Beijão, Guta!
    www.opinada.com

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo joia?
    Mais um blog que vejo com uma resenha divina sobre esse livro, já estou me descabelando louca para ter ele haha !! Adorei a resenha, ficou ótima;

    Beijos
    intoxicadosporlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Olá Flor!
    Só vejo as resenhas desse livro por ai, é isso só me deixa mais curiosa para lê-lo também hehehe

    Beijokas da Carol e da Camila :*
    www.vamospapear.com

    ResponderExcluir
  17. Que saudade eu tava do seu cantinho floor <3
    Primeiramente, o livro já me conquistou pela capa. Sim, sou dessas que se compra pela capa hahaha. Achei a história do livro, de cara, bem fofinha. Adoro essas coisas de tentar realizar sonhos e tal. Quero muito ler e amei sua resenha <3
    Um beijão, parabéns pelo post e ate mais!
    Manu do, www.blogdoseujeito.com.br

    ResponderExcluir
  18. Esse post fez com que eu ficasse com mais vontade ainda de ler! Amei!

    Beijo, beijo.

    http://omundodeaugusta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oiii.
    Eu recebi a amostra que a editora enviou, comecei a ler e parei. Estava gostando muito, é uma história muito fofa, mas eu sabia que ia parar em um ponto crucial e ia ficar louca para ler a obra toda kkkk
    Acho legal essa intercalação de narração, pois além de podermos observar como a família está se sentindo, sabemos o que está se passando na cabecinha de Mark *-*
    Assim que sobrar um dinheirinho, vou providenciar meu exemplar haha

    Beijos ;*
    Proseando com uma BibliophileFacebook

    ResponderExcluir
  20. Olá, tudo bem?

    Eu não sou fã de sick-lit e não pretendo ler essa obra. Se não me engano, você postou quando recebeu a prova do livro e eu comentei no post, que apesar de ter achado a premissa interessante e a edição do livro linda, estou meio que cansado do mais do mesmo dos sick, principalmente depois de ACEDE, que tornou o gênero modinha. Adoro livros que tem cachorro *__*, mas acho que essa família é meio sem noção, onde já se viu deixar uma criança ir em "uma aventura"? Mesmo que ele tenha enganado a família, parece muito improvável rsrs.

    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oii!

    Eu li muitas resenhas e comentários sobre esse livro e fico bem curiosa para ler, mas quando chega a hora de comprar, troco por outro livro, não sei hehe. Talvez seja porque li demais sobre ele, por isso acabo preferindo livros que não houve comentários ou muito pouco. Mas achei uma ótima sacada da editora enviar por e-mail o primeiro capítulo.

    http://mundo-restrito.blogspot.com.br
    @rs_juliete

    ResponderExcluir
  22. Nossa você não chorou? Eu me acabei de chorar com aquele final. Chorei tanto que não conseguia escrever a resenha. O Beau é muito lindo. Foi uma das leituras que mais gostei esse ano.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  23. Olá Ani,

    Eu também não chorei lendo esse livro, mas achei ele tão lindo, tão delicado e nos pega de uma forma tão grande, pode ter parecido egoismo, mas quem passa por um problema de saúde como o dele e não vê melhoras se vê em um abismo e tudo o que deseja é sair daquilo de alguma maneira e muitas vezes, pensa que será o melhor para a sua família também, pelo menos foi assim que eu vi tudo o enredo sabe e amei demais, e o Beau é puro amor <3.

    Beijos
    http://entaotudoaconteceu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. ♥ ♡ ❤ AMEI O BLOG! TUDO PERFEITO ! ♥ ♡ ❤
    SE PUDER OLHE O MEU ,E SE GOSTAR DE ALGO ,
    ✦ ✧COMENTA LÁ ! VLW !✦ ✧
    http://mestrelato.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Oi
    eu estou com esse livro aqui, só li a provinha ainda nem tive tempo de ler todo, mais pelo que li Beau me cativou e muito, que bom que gostou da leitura e meio angustiante ver os Pais sofrer com o desaparecimento do filho.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  26. Oi Ani!
    Ahh, o que dizer desse livro que já me encantou nas pré-resenhas que vi <3 Tipo, eu amei a capa quando a editora liberou que iria lançar e fiquei ansiando pelo lançamento do livro. Infelizmente minha caixinha da NC acabou retornando (T.T) e ainda não li, mas me reservo na mesma vontade de conhecer a linda e encantadora história do Mark *-*

    PS: ME DÁ AQUELE GARU DA FOTO D: MEU DEUS, VOU TE FURTAR D:

    Abraços
    David Andrade
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
  27. Oi Ana, tudo bem??? Não li o livro ainda, mas claro que já ouvi muita gente falando a respeito, heheh
    Não é o tipo de leitura que eu mais aprecio, mas se tiver a oportunidade de ler, lerei com toda a certeza :)
    Nem sempre precisamos chorar para sermos tocados não é mesmo?
    Beijooos
    PS: Vc vai participar do sorteio? É que não colocou o e-mail e eu farei o sorteio por ele :)
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Oi Ani!
    Já li bastante sobre esse livro em alguns blogs e até cheguei a ver esse livro em uma livraria hoje!
    Normalmente, não seria o tipo de livro que eu escolheria para ler, mas quem sabe eu dê uma chance para ele!

    Beijos,
    Fernanda
    www.oprazerdaliteratura.com.br

    ResponderExcluir
  29. Já li muitas resenhas deste livro. Eu prefiro não ler por falar sobre doença, isso me lembra o meu passado que não gosto de lembrar. ACEDE foi muito traumático pra mim. kkkk. Bjus!

    galerafashion.com

    ResponderExcluir
  30. Ani lindona também amei o livro, a força de Mark, e esse cachorro lindo . O livro aborda amizades, o poder de nossas escolhas e consequências. Um livro que mexe com nossas emoções em cenas simples mas intensas. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  31. Julgando sem ler, realmente me parece o tipo de livro que eu não gostaria, mas tentarei dar uma chance. Bom trabalho.

    http://antarktos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  32. Oi Ana, tudo bem? Adorei a sua resenha, e você falou algo que não vi em todas as outras que eu li. O fato do Mark ter sido egoísta ao agir desse jeito, de fugir e deixar todos preocupados, mesmo ele tendo os motivos e eu até entendo, concordo com você que essa atitude dele foi egoísta. Mas o livro parece ser realmente emocionante e bem angustiante em algumas partes e o Beau deve ser um cãozinho incrível.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  33. Oi Aninha, tudo bom?

    Impossivel não suspirar de amor quando falamos de ''A mais pura verdade''. Confesso que era um livro que eu simplesmente não dava nada, porém conseguiu conquistar meu coração e entrar para a lista dos prediletos. Eu li em horas e me apaixonei! Dan Gemeinhart ganhou meu respeito, e conseguiu se destacar entre meus autores preferidos! Adorei a sua resenha, está incrivel como sempre ♥

    Beijocas,

    Ana - www.bookzonthetable.com.br // @bookzonthetable

    ResponderExcluir
  34. Eu acho que não dá pra considerar o Mark egoísta assim, porque ele é apenas uma criança. Uma criança que sente que precisa muito realizar uma coisa, e não só por ele, mas pelo avô também... então já acho que egoísmo não se enquadra tanto assim... mas são jeitos diferentes de ver as coisas. Também amei a narrativa alternada, foi ótimo poder acompanhar o Mark e ao mesmo tempo as pessoas que ele deixou, e quis, sim, abraçá-lo, e abraçar o Beau também, claro. Adorei o livro, exceto pela repetição infeliz de "a mais pura verdade" aproximadamente 800.000 vezes.

    beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  35. Olá :D tudo bom?
    Eu entendi a atitude de Mark.
    E se você soubesse que não iria melhorar, você deixaria de lado os seus sonhos?
    Fiquei pensando nisso enquanto lia a leitura. Ele era apenas uma criança que tinha um único sonho, e não conseguir atingir essa única meta na vida deve ser angustiante.
    Ele não queria que os pais se preocupassem mais com ele, ele achava que já havia chegado a hora dele. Queria terminar com tudo. É triste :/
    Finalmente alguém que falou da cena da capa!
    Quando eu recebi a capa eu fiquei pensando: qual o motivo de ter u. "Raio" aqui?
    Agora eu olho pra essa capa e ela tem um significado muito diferente para mim!
    O livro é lindo, perfeito demais! E eu também quis muito abraçar o Beau <3
    Bjs
    Www.horadaleitur.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  36. Hey, Ani, tudo bem?

    Entendo o porquê de você achar que a atitude do Mark foi egoísta, mas acho que de certa forma eu o entendo, ainda mais tendo em mente que a sua idade conta muito para aquilo que ele entende como certo ou justo na sua relação com a doença e com a família. Tenho muita vontade de ler exatamente por causa disso, é uma visão um tanto quanto diferente da maioria dos sick-lits que se tem por aí e tenho certeza que é uma leitura muito especial.

    Beijos,
    Dois Dedos de Prosa

    ResponderExcluir
  37. Eu li várias resenhas desse livro e todas bem positivas...
    Não faz meu estilo mas to ficando curiosa a respeito!!!
    Gosteid e sua resenha... Beijos

    ResponderExcluir
  38. Parece ser envolvente, mas é muito dramático. Eu não estou no momento muito propicio à esse tipo de leitura...rs
    Também fiquei meio alérgica devido à super exposição que sofri desse livro...

    Café com Letras

    ResponderExcluir
  39. Oi, Ani!
    Também senti o mesmo desejo de abraçar o Beau. Assim, não tem muito o que dizer. Sua resenha expressou todas as sensações e emoções que senti durante a leitura. Muito bom!
    Abraços

    www.estantejovem.com.br

    ResponderExcluir
  40. Eu li a amostra de A Mais Pura verdade e estou com o livro aqui para continuar a leitura. Até onde parei, estava encantada com a escrita de Dan e estou ansiosa para saber como será a aventura daquele garotinho travesso e valente naquela montanha.

    Beijinhos!
    www.citacaonumclick.com.br

    ResponderExcluir
  41. nossa escrever um livro homenageando alguém é um belo gesto ^^
    a leitura desse livro me anima e não ao mesmo tempo pq n to na vibe, mas ta na lista de leitura pra dar uma olhada em breve.
    não é uma das melhores histórias que vá mudar a minha vida, mas parece ser bonita e é isso que importa.
    ^^
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  42. Oi Ani, já li diversas resenhas desse livro a cada nova fico com mais receio de ler. Todos estão falando muito da história e isso está me deixando com um pé atrás. Quanto ao protagonista ser egoísta talvez as pessoas tenham sido assim com ele durante toda a sua vida. Por exemplo, os pais podem tê-lo mantido em um casulo com medo do que pudesse acontecer sem que ele tivesse como se sentir livre e vivo, mas sei lá pq tive essa impressão, talvez eu esteja enganada kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  43. Oi Aninha, sua linda, tudo bem?
    Acho que esse é o ponto forte da hsitóra: expor todos os sentimentos de quem está envolvido com a situação: como não ficar do lado da amiga dele? Como não ficar do lado dos pais dele? Como não ficar do lado dele? Como não amar Beau? É, a vida é muito injusta, não gostaria que ninguém passasse por isso. Tenho certeza de que irei me emocionar.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  44. Eu também me identifiquei absurdamente com o Beau, deu até vontade de ter um cachorro. Todos as partes do livro que eu dei uma choradinha tinham relação com ele. Entendi seu ponto de visto sobre o Mark, mas também fico pensando em como ele devia se sentir sufocado, e ele precisava desses momentos "sozinhos".
    Beijos
    Porão da Liesel

    ResponderExcluir
  45. Oi, Ani!
    Eu to bem curiosa sobre a leitura desse livro.
    A história parece ser incrível, e esse gênero sick-lit tem conquistado muitos leitores, já que tem sido muito abordado. Assim que puder pretendo ler. A história do Mark parece ser tocante. E eu também li em entrevista que o autor quis mesmo homenagear um amigo, acho que é uma bela homenagem.

    Beijinhos!
    Jaque - Meus Livros, Meu Mundo.

    ResponderExcluir
  46. Nooooossa, quantos post-its! Que ótimo quando a leitura te toca em vários momentos.
    Eu tô com o meu pra ler, meio que enrolando, mas só de saber que é um livro que emociona, mas sem apelar pra tristeza de fazer chorar já fiquei mais animada.
    Essa estratégia da NC foi bem legal, né? Só ficou meio too much, overdose na blogosfera. rs
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  47. Oi Flor, esse livro é um amorzinho, li apenas as primeiras impressões e preciso terminar a leitura logo para saber o desfecho dessa história. Espero curtir o final da leitura.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  48. Oi tudo bem??
    Eu achei Mark um pouco egoísta também, mesmo entendendo os motivos que o levou a realizar essa aventura... mas eu gostei muito da narrativa... ela não foi pesada, foi leve. O autor teve uma ótima estréia em minha opinião... me senti presa na história e foi uma leitura bem rápida... Beau mora no meu coração mesmo com todos os traumas que eu tenho de cachorros... xero!

    ResponderExcluir
  49. Olá :)
    Amo esse gênero literário e amei a prova que recebi de A Mais Pura Verdade. Realmente, faz uma grande relação com ACEDE. Entretanto, na verdade, eu estava esperando um pouco mais de emoção na história e na verdade acho que quem rouba a cena é o cachorro e não o Mark. Quero muito terminar, mas estou cheia de ressalvas das resenhas que eu leio. Sei que não será um livro perfeito, mas estou bem curiosa, ainda mais por já saber o final, haha.

    Beijocas,
    http://www.segredosentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir

Oi você, que bom que chegou até aqui, não esqueça de deixar um comentário.

- Criticas, duvidas, sugestões são sempre bem vindas!

Obrigada pela visita e volte sempre ;*

Contato: contato@entrechocolatesemusicas.com