[Livros] Cair para voar - Flávio Galindo


Oi vocês,

    O livro que vou resenhar hoje, eu recebi na Bienal do Livro em parceria com a Sollo Editorial. Demorei muito para ler porque todo mundo já sabe, minha vida acadêmica não está de brincadeira. Eu vou continuar falando disso até terminar a aulas, não estou reclamando, adoro todos os trabalhos que tenho que fazer - menos de TV, não nasci para isso -  porém, são muitos, para a mesma data. Comecei a ler Garota Exemplar, mas a leitura é densa, tava ficando cansativa, resolvi parar e esperar um momento melhor para ler. Estou numa fase de querer ler mais romance, e com isso acabei deixando o GE para depois (juro que vou voltar a ler, umas 5 pessoas já me disseram que o começo é mais difícil e depois a leitura fica melhor) e escolhi o Cair para Voar para ler. É um livro super rápido e muito bom, então hoje eu trago a resenha para vocês.

Cair Para Voar

Título Original: Cair para voar
Autor: Flávio Galindo
Editora:  Sollo Editorial
Páginas: 89Sinopse: O tempo sempre foi um paradigma. Ele passa e pronto. Tomamos nossas decisões. Mas e se por um segundo sequer, ele pudesse voltar? Foi com essa questão que Rodrigo se viu parado de frente ao abismo. A vida lhe proporcionara riquezas, mas sua maior ele perdera. Então o tempo lhe deu uma escolha. A escolha de fazer diferente. O que você faria se pudesse reviver sua maior história de amor? O que você faria para mudar? Largaria todas as suas decisões passadas? Conheça a estória de Rodrigo e Jéssica. Um amor que nem mesmo o tempo pode contra.

   O livro já estava na estante paradinho faz um tempo, com a loucura da faculdade acabei não lendo. Como estou de férias do estágio (ou estava na época que escrevi essa resenha) resolvi deixar uma leitura densa para começar um romance. Não me arrependo. O livro já começa com o próprio autor contando o maior defeito da sua obra. O número de páginas, sim, o livro é super curtinho só 89 páginas, por isso a resenha vai ser curtinha hoje.

"Nos perdemos para nos encontrar. Nunca desista de procurar e se achar, segure livremente. O que é verdadeiro não é o eterno enquanto dura, é o eterno que você luta para que nunca morra!"

  Em Cair Para Voar, conhecemos a história de Rodrigo e Jéssica, um casal que com o tempo, ou a falta dele, acabou se distanciando. Rodrigo vivia para o trabalho e Jéssica sentia falta daquele rapaz meio inconsequente por quem se apaixonou. Depois de um acidente Jéssica morre e Rodrigo entra em depressão, um dia, depois de uma bebedeira, ele encontra um homem que lhe dá uma nova chance. Uma chance de fazer tudo de novo.

"As pessoas se prendem ao que é fácil, ir a uma balada e usar o verbo "pegar" da forma mais horripilante possível, é moleza. Agora ter alguém ao seu lado, que te entenda até nos momentos mais difíceis, isso é dureza."

   O livro contém poucas páginas sim, mas todas com um conteúdo maravilhoso e uma mensagem incrível. Rodrigo aprendeu da pior forma a dar valor a quem ele ama e a vida lhe deu uma outra chance de provar o amor para Jéssica.

"Eu acredito que o amor faz a gente voar. Podemos cair, desacreditar e muitas vezes os enganar, mas o amor quando é verdadeiro, faz a gente voar sem medo de cair."

  Terminei o livro com lágrimas nos olhos, um nó na garganta e ainda estou assim enquanto escrevo essa resenha. AMEI o livro pelo simples fato de que o autor conseguiu cumprir seu propósito. Quando eu leio um livro, quero que aquela história me ensine, que aquilo mexa comigo de uma forma fazendo com que eu consiga refletir sobre as minhas atitudes e isso aconteceu. Rodrigo teve uma segunda chance para refazer a sua vida, e mesmo achando um pouco injusto o final, foi lindo. Nós não temos segundas chances, não conseguimos mudar nossas atitudes, mas podemos ser pessoas melhores todos os dias.
  Encontrei alguns erros ortográficos, pouca coisa, mas eu não sou a chata que fica criticando por causa disso. Aconselho a leitura e parabenizo ao Flávio pela delicadeza da história, quero meu autógrafo ainda. Obrigada Sollo pela oportunidade de ler essa bela obra!

Beijinhos,





31 comentários

  1. A mensagem que o livro propaga é a que todos conhecemos, porém nunca damos ouvidos de verdade até qua acontece... "Você só dá valor as coisas depois que perde".
    Gostei da proposta, leria sem problemas.

    Beijos, O Outro Lado da Raposa

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    Essa história de dar valor depois que perde é complicada, por mais que saibamos disso, não fazemos por onde cuidar... Enfim, gostei da história, leria tranquilamente, pena que tem só 89 páginas.

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Obrigado Ana por suas palavras. Por me conceder um espaço lindo nesse maravilhoso blog recheado de coisas boas. Realmente é fato que o livro é curto, mas não perde sua essência, transmite a mensagem e te faz adentrar na estória em pouco tempo que você pega para ler e o finaliza.

    Fique atenta aos próximos meses. Vem coisa boa por aí! E maior rsrs

    ResponderExcluir
  4. Oooi ...
    Deus fecha uma porta abrindo outras, e foi isso que ele fez com você .. talvez você não iria aprender tanto se tivesse continuado a ler GE.
    Sobre a resenha, adorei .. a historia é impressionante, se eu tivesse uma segunda chance, eu faria tudo de novo ou mudaria ? eu mesmo não sei, só se acontecer mesmo. Adorei essa passagem: "Eu acredito que o amor faz a gente voar. Podemos cair, desacreditar e muitas vezes os enganar, mas o amor quando é verdadeiro, faz a gente voar sem medo de cair.", veio em boa hora, já que estou num momento apaixonado da vida ...
    e sobre a velha historia, não é perder pra dar valor ... É dar valor pra não perder ...
    Ótima Resenha ..
    Bjos :)

    ResponderExcluir
  5. Oi, Flor! Tudo bem?
    Sou parceira do Flavio e li esse livro a um tempinho atrás. .. e sabe, realmente o livro tem poucas páginas, mas essas 89 páginas foram o bastante para me deixar em prantos. Juro que não imaginava aquele final. . Eu cheguei a comentar com o Flavio que ele acabou comigo, meu emocional foi pro ralo kkk fiquei dias com o livro na cabeça.
    E sabe, eu não sei o que eu faria se eu tivesse uma segunda chance pra reviver/viver a minha vida =(
    Enfim, adorei sua resenha!!!

    Beijinhos!
    aculpaedosleitores.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. OI MINHA LINDA! TUDO BOM?
    Sério que é só 89 páginas? Não consideraria um defeito, pois tenho certeza que ele conseguiu fazer um ótimo trabalho com essas páginas. Essa reviravolta me deixou um tanto zonza, ela morre, e ele tem uma segunda chance? Ainda estou tentando processar essa parte do livro, e fico tentando imaginar a reação dele mesmo.
    Fiquei totalmente arrepiada aqui, fico feliz por ele ter recebido a chance e ter conseguido provar seu amor para ela, mesmo que ele tenha que ter sofrido essa grande tragédia. Sempre escuto que a pessoa só vai dar valor, quando perder, e muitos não tem essa segunda chance.
    Sabia que o autor fez um ótimo trabalho nas páginas, e fiquei ainda mais feliz por saber que a história te emocionou. Linda resenha, como sempre <3

    Beijinhos,
    www.percepcoes.blog.br

    ResponderExcluir
  7. Bacana a resenha, quanto ao livro ter poucas páginas, também não vejo muito problema nisso, o importante é que elas sejam recheadas de significados, de conteúdo =)

    Parabéns pelo blog! Abraço.

    ResponderExcluir
  8. Oi Ani, tudo bom?

    Esse livro deve ser bem reflexivo e intenso. Acredito que choraria nele. Ando meio sensível. UAHUAHAUA Gostei da resenha, fiquei curiosa para lê-lo. Que bom que conseguiu ler/resenha-lo nas férias.

    Beijos, Rob

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia, mas me pareceu ser um livro bem emocionante
    A resenha ficou muito boa e me deixou bem curiosa
    Que bom que o livro te deixou assim, esse é um livro para ser lembrado

    Beijos
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Ani, eu não conhecia ainda, mas fiquei com vontade de ler.
    E essa vida de estudante é desgastante mesmo. Passo por isso e sei bem como é.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista. São 6 livros para escolher, kit de marcadores e 3 ganhadores.

    ResponderExcluir
  11. Adoro livros rápidos de se ler, são ótimos pra quem anda muito cansado e/ou com pouco tempo. E poxa, 89 páginas é realmente algo curtinho, que bom que ele conseguiu te passar uma boa história e mensagem em poucas páginas.

    Me pareceu bem interessante :D

    Quanto ao tempo, realmente facul no stoma bastante, mas depois vale a pena. Eu também estou na correria, não com facul, mas com bastante coisa que tenho que fazer e estudar. É a vida, né?

    Beijinhos,
    Thiago - Blog GentleGeek

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Ao ler sua resenha foi impossível não lembrar do filme "Antes que Termine o dia" (que é lindo! <3). Pois no filme, assim como nesse livro, o cara vive em função do trabalho e após a morte da namorada, encontra um taxista estranho e, no outro dia acaba acordando no mesmo dia (no dia da morte da namorada) e tem a chance de fazer tudo diferente.
    Não conhecia o livro, mas gostaria de poder ler para ver se encontro mais semelhanças com o filme. O fato de ser uma história curtinha conta à favor.

    Parabéns pela resenha!

    Beijos,
    Amanda
    http://minhasconfissoesfemininas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Adorei os quotes, principalmente esse sobre usar o verbo "pegar"! Achei que o livro parece bem interessante e bonitinho <3


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  14. Oi,
    Gostei da sua resenha. Não sei se eu leria esse livro antes de ter visto os quotes... me despertaram curiosidade!

    Até mais,
    http://entreserieselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Oi!
    Não conhecia esse livro. Fiquei curiosa, parece ser uma história bem tocante.
    É uma pena ter tão poucas páginas.
    Beijos
    Construindo Estante || Facebook

    ResponderExcluir
  17. Oi Ani.
    É isso que me agrada, o livro é curto mas tem conteúdo, tem mensagem e é emocionante, isso é que conta.
    Fiquei interessada em saber como Rodrigo vai agir diante dessa segunda chance.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  18. Achei interessante por ele ter a chance de voltar atras. Eu curto muito livros curtos, dá para ler vários hehehe
    lelusantos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Oi Ana, tudo bem? Nossa, o livro pode ser pequeno, mas pelo que eu vi, a carga emocional dele é muito grande. Bom, não curto muito esses romances para chorar não, mas achei interessante a proposta do livro, de segunda chance, de saber aproveitar o hoje e dar valor a quem se ama, porque depois pode ser tarde demais. Adorei os quotes que você destacou, muito bons.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  20. Olá Ani!
    Esse livro parece ser muito fofo. Mesmo você dizendo ser uma história curtinha, parece ser um livro que mexe com o leitor. Vou anotar essa dica para ler mais pra frente.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Não conhecia esse livro, mas parece ter uma história bonita. Gostei de saber que passa uma mensagem incrível, mas realmente, é um livro bem curto. Beijos!

    http://frases-perdidas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Olá, tudo bem?
    Eu já conhecia o livro, e com a sua resenha fiquei louca para ler e conhecer a escrita do autor.
    É muito bom quando um livro nos ensina algo, que deixa nossas emoções a flor da pele.
    Beijos
    http://amandastale.blogspot.com
    http://cartasparaoarcoiris.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. A premissa não me interessa, e os pequenos erros que encontrei na sinopse devem se multiplicar e agravar no texto (se vc não é chata com isso e reparou, imagina eu!). Não me interessei, Ani!
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  24. Ola Ani lindona adorei a premissa da história comovente, um livro curto e intenso pelo visto que nos contagia. Já entrará para minha lista de leitura. Pena que a revisão não está muito boa. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  25. Olá Ani, eu tenho esse livro parado aqui também, mas depois da sua resenha vou com certeza coloca-lo na frente da minha fila, a historia parece ser bem leve e fluida mesmo com pouca pagina conseguindo emocionar o leitor <3

    Visite o blog "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  26. Oi,
    Não conhecia o livro, mas achei legal a forma como o romance foi trabalhado. De modo mais denso e com um distanciamento entre os amantes. Não gosto de um romance excessivamente apaixonado e ver os dramas das personagens torna tudo mais palpável. 89 páginas? Bem curtinho mesmo. Mas sempre digo; o importante é a qualidade e não a quantidade!

    Abraço
    Adriano
    GeraçãoLeitura.com || http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  27. Olá Any,
    nossa que historia linda. Eu amei o pouco que você falou sobre o livro.
    Assim como você, eu gosto de leituras que mechem e nos dão uma lição, onde paramos e refletimos.
    Uma historia assim tão boa, como essa, chega a dar um aperto de ter poucas paginas. Porem você mencionou que ele conseguiu o proposito sobre a historia.
    Adicionei aqui, e não vejo a hora de poder ler.

    Beijokas Ana Zuky

    ResponderExcluir
  28. Bom, erros ortográficos normalmente me incomodam... sei que você disse que são poucos, mas em 89 páginas qualquer pouco acaba virando muito... Achei bem legal o livro ter conseguido mexer tanto com você mesmo sendo tão curto, mas por enquanto não leria, apesar dele ser de um gênero que me agrada muito, e de nos ensinar e nos fazer refletir.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  29. Olá, Ana!

    Fiquei emocionado lendo sua resenha. O livro parece ser fantástico, daqueles que nos faz pensar na vida. Nunca havia ouvido falar dessa obra, mas já quero!

    Até logo.
    Sérgio H.

    www.decaranasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  30. Olá

    Por mais que o livro seja curto, a estória parece ser bem envolvente e emocionante. Uma leitura rápida e fantástica.
    Abraços

    estantejovem.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  31. Oi Ana, jajá vc vai sentir falta dessa correria de faculdade, vai ver!
    Não sou muito fã de livros excessivamente curtos, apesar de rápidos, tendem a acontecem muito rápido e perdendo detalhes interessantes. Mas, confesso que fiquei interessada por esse tema. Acho que todos deveríamos ter uma segunda chance. Será que Rodrigo aproveitou a chance dele?
    Beijos
    Chrys Audi

    ResponderExcluir

Oi você, que bom que chegou até aqui, não esqueça de deixar um comentário.

- Criticas, duvidas, sugestões são sempre bem vindas!

Obrigada pela visita e volte sempre ;*

Contato: contato@entrechocolatesemusicas.com